Diversos tipos de drogas
18728 views
01 de Julho de 2011
Depressivas
Alucinógenas
Estimulantes
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Tipos de Câncer e Tumores...
28 postagens
Doenças Dermatológicas
37 postagens
Consumo ideal de água
21 postagens
Carnes Bovinas
74 postagens
Os Peixes
74 postagens

 

Álcool - O álcool é hoje em dia uma das únicas drogas (junto com o cigarro), que são vendidas legalmente. O teor de álcool presente no loquido varia de bebida pra bebida. A bebida alcóolica pode ser produzida de duas maneiras: fermentação ou destilação. A cerveja, por exemplo, é uma bebida produzida por fermentação, com baixo teor alcóolico (cerca de 8%). Já os destilados, como o uísque, a pinga e a vodka apresentam teores alcóolicos mais altos, que podem chegar a 45%. A única medida preventiva que exite em todos os países do mundo, é que, é proibida a venda de bebidas alcóolicas para menores de 18 anos. Porém, como muitas outras leis não são respeitadas aqui no Brasil, não seria essa que seria levada a sério. Em quase (é, quase) todo comércio a bebida de álcool chega fácil nas mãos de menores. O álcool é considerado uma droga, pois provoca a alteração dos sentidos. De pessoas pra pessoa o álcool age de formas diferentes. Algumas são mais resistentes do que outras. (O que não quer dizer que as ditas "resistentes" não tenham seus sentidos alterados). Os principais efeitos do álcool são a euforia, a perda da timidez e a facilidade de ficar sociável, à medida que a dose vai almentando, os efeitos vão mudando, alguns usuários vão ficando depressivos, perdem a coordenação motora, a sensibilidade praticamente desaparece, fortes descontroles emocionais, sono, e, se a dossagem for em grande escala, pode levar o usuário ao coma, o famoso cola alcólico. O consumo em excesso de álcool pode procogar graves doenças, de maneira especial no estômago, fígado, coração e cérebro. O álcool age da seguinte maneira.... Após o usuário beber, o álcool é ligeiramente absorvido pelo estômago e intestino delgado, após passar por estes dois, migra para o fígado, único órgão que irá tentar dissolver o álcool. Após a passagem pelo fígado, o que antes era álcool, agora é ácido acético (que por sinal, é muito importante para o metabolismo humano na produção de energia). Quando o usuário ingere muita bebida alcóolica, o fígado fica sobrecarregado e acumula excesso de ácido acético, o que impede o fígado de liberar glicose na corrente sanguínea, o que vem a causar a hipoglicemia. Quando o corpo fica com níveis muito baixos de glicose, o cérebro reage fazendo a pessoa desmaiar, pois ele entende que o que a pessoa está fazendo, está o impedindo de alimentar-se, afinal, glicose é a única fonte de energia que o cérebro consome. Por isso, quando se entra em coma alcóolico é extramente necessário a aplicação de glicose.
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda