O Fantástico Mundo de Steve
565 views
29 de Junho de 2011
Anos 50/60
Anos 70
Anos 80
Anos 90
Os anos seguintes
Anos 2000
Anos 2010
A morte de Steve Jobs
Arquivos de fotos
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Carros para mulheres
96 postagens
Os hotéis mais caros do m...
39 postagens
Maquiagens para todas oca...
72 postagens
Bares/Danceterias de Port...
53 postagens
Jeans: do clássico ao mod...
40 postagens

 

Anos 90 - Após a saída de Steve Jobs da Apple, a empresa foi um acumulo de insucessos. Em 1994, a empresa possuia uma fatia de 10% do multibilionário mercado mundial de computadores pessoais. Em termos de produção perdia apenas para a IBM. Apesar da crise que se anunciava no horizonte da empresa, em 1995 a Apple foi a empresa que mais vendeu computadores no mundo, algo em torno de 4,7 milhões de Macs. Na época, tirando o problema da perda de mercado mundial da Apple, só tinha uma coisa que deixava Michael Spindler (CEO que tomou o lugar de Jobs) inquieto, o sucesso da principal concorrente em softwares, a ninguém mais, ninguém menos que, Microsoft. Em uma estratégia combinada com todos os membros executivos da Apple, eles decidiram abrir mão da exclusividade de produção do sistema operacional do Macintosh. As empresas que começaram a produzir as "cópias" foram Power Computing, Motorola, Umax dentre outras. A ideia inicial dos executivos da Apple era que, aceitando que o Macintosh fosse feita por outras empresas també, isso daria uma alavancada nas contas da Apple. Estratégia que meses depois eles viram que não deu certo. A Apple permaneceu com os insignificantes 3% do mercado mundial, e continuava perdendo dinheiro. No primeiro trimestre de 1996 a empresa conseguiu perder uma fortuna de 69 milhões de dólares. Um prejuízo que não estava nas contas. Por causa disso teve que assinar a demissão de quase 2 mil funcionários, ocasionando revoltas e protestos pelas ruas dos EUA e frente a sede da empresa. Como os resultados não estavam sendo o esperado, a Apple mais do que ligeiro demitiu Spindler e, para o seu lugar contratou Gil Amelio. Amelio foi para a Apple com um salário de 7 milhões de dólares e uma fama de que era capaz de fazer as mais surpreendentes viradas, porém, a maré da Apple era de tanto azar, que em 1 ano e 6 meses que Amelio ficou no cargo, ele obteve um índice de rejeição e impopularidade jamais vistos para um CEO. Em seu comando a Apple perdeu 1,6 bilhão de dólares, e o pior, as ações da empresa despencaram. (Na época de Jobs uma ação da Apple valia 64 dólares, com Amelio e suas crises, passaram a valer 11 dólares e 20 centavos cada uma). Amelio fez inúmeros gastos desnecessários, mas obteve sucesso em vários aspectos. Mandou parar a produção de inúmeros produtos que não vendiam bem e só gastavam dinheiro e fez a compra que aproximou Steve Jobs novamente da Apple, ele comprou a NeXT.
Laifi © 2011-2017 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda