Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa
48954 views
26 de Maio de 2011
Países em que a língua portuguesa é idioma oficial...
Formulário Ortográfico 1943
Acordo Ortográfico 1971
Acordo Ortográfico 1990
Por que padronizar?
Guia de Consulta Rápida Hífen
Principais Mudanças
Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa
Reforma bem-humorada
 

 

 

 

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Dinossauros
234 postagens
Bandeiras - Definições
40 postagens
Conjuntos Numéricos
37 postagens
Continente europeu
14 postagens
Cidades perdidas
11 postagens

 

Como as crianças vão lidar com a nova ortografia? - Com a reforma ortográfica - e a volta às aulas - muitos pais podem ficar confusos. Afinal, como fica a aprendizagem das crianças em fase de alfabetização? Para esclarecer algumas dúvidas, CRESCER conversou com o professor Pasquale Cipro Neto. Confira a entrevista. Fonte: Revista Crescer CRESCER - Pensando nas crianças em processo de alfabetização (por volta dos 7 ou 8 anos), como deve se dar a assimilação da nova ortografia? Pasquale - Nesta fase a criança ainda não precisa ser cobrada por uma firmeza ortográfica, mas sim, deve ter liberdade para escrever da maneira com que sente, não importa se hífen é escrito como ifem. E ela não deve se sentir ofendida ou humilhada por escrever dessa maneira. O que vale é ser compreendida. Quem não pode fazer bobagem e se apressar é o professor, que deve agir com bom senso e deixar o “barco correr”. O processo de aprendizagem acontece devagar, e depende de muito bom senso. CRESCER - E a partir de quando a criança pode realmente começar a ser mais cobrada? Pasquale - Acredito que a partir da segunda metade do ensino fundamental (aos 10 anos, aproximadamente), mas mesmo assim com muita calma. CRESCER - Qual seria a melhor maneira de as crianças absorverem as novas regras? Lendo bastante? Pasquale - Sim. A leitura é que vai sedimentar esse conhecimento. E o professor também tem o seu papel, claro, que é o de explicar as regras, sem pressa. CRESCER - Como agir com as crianças que começarão a ser alfabetizadas neste ano? Pasquale - Neste caso uma boa dica é não confundir a criança, tentando explicar como era antes da reforma ortográfica. Isso só vai atrapalhar. O melhor é explicar as regras e deixar a criança absorvê-las. CRESCER - Os pais podem ficar ansiosos para que os filhos aprendam rapidamente a ler e a escrever. Para eles, vale a mesma orientação dos professores - ou seja, não ter pressa? Pasquale - Os pais não devem esquecer que os filhos precisam de tempo, ou então, eles acabam “cortando” uma parte da infância. Mais cedo ou mais tarde as crianças precisarão escrever da maneira correta, e os pais também têm o papel de mostrar o rumo correto. CRESCER - Muitas escolas já pediram um novo dicionário na lista de material, mas a versão final ainda não está disponível. O que fazer? Levar o antigo ou esperar? Pasquale - O melhor a fazer é esperar até o fim de fevereiro, quando a versão final já deve estar nas lojas. A própria Academia Brasileira de Letras fez uma bagunça, colocando à venda outros dicionários. Enquanto isso, pode mandar seu filho para a escola com o antigo, mesmo. O importante é que a criança aprenda a manusear o dicionário (aquele que seja adequada para a sua idade, é claro). Mas também não acredito que isso precise ser feito logo de cara, no primeiro ano escolar - talvez, a partir do terceiro ano. Vai depender da pedagogia de cada escola. Fonte: Revista Crescer
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda