São Paulo - SP
7134 views
06 de Dezembro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Buenos Aires
88 postagens
Castelos
61 postagens
Belém do Pará
45 postagens
Nomes dos Aeroportos na A...
61 postagens
Bariloche - Argentina
19 postagens

 

Parque Anhanguera - Inaugurado em 25/07/79, o parque Anhanguera foi originado de uma área remanescente do Sítio Santa-Fé, uma antiga fazenda de reflorestamento, adquirida pela prefeitura em 1978. É o maior parque da cidade e, juntamente com o Parque Estadual do Jaraguá, constitui o maior complexo de preservação ambiental da região urbana, estando em condições de sustentar a maior diversidade e abundância da fauna representativa do Município. O parque teve seu uso regulamentado pela portaria nº 10/DEPAVE/82. O parque Anhanguera é o maior parque do município de São Paulo, com 8997350 m², sendo 40000 m² de pisos permeáveis, 6500 m² de pisos impermeáveis e 850 m² de edificações. Antes da fazenda de reflorestamento, a área do parque era constituída por vegetação típica de Mata Atlântica e possuía uma grande diversidade de animais silvestres, porém, a monocultura de eucaliptos que substituiu essa mata original não favorece o retorno da fauna primitiva. Apesar disso, verificou-se haver remanescentes da fauna original, principalmente nas matas ciliares (tipo de mata presente ao longo de rios, córregos e nascentes). Assim, pode-se observar preás, gambás, veados catingueiros, tatus, pacas, capivaras, cotias, quatis, cachorros-do-mato, ouriços, entre outros. Toda essa diversidade da fauna está intimamente ligada à riqueza de ambientes existentes no parque que, além das matas ciliares, possui campos secos e alagados (brejos), capoeiras e o próprio eucaliptal, bem como grande quantidade de cursos d’água presentes nos parques. Os brejos e várzeas constituem o principal abrigo para répteis e anfíbios. Essas características do Parque Anhanguera possibilitam grande intercâmbio genético entre as populações animais que lá habitam, tornando-o um espaço fundamental para a manutenção desse banco genético e para o manejo de animais silvestres nas poucas ilhas verdes que restam no município. Em outras palavras, a manutenção desses sistemas biológicos são importantes porque, além de fornecerem ar puro e temperatura mais amena, de sua preservação dependem inúmeras espécies de insetos, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos, enfim, uma grande diversidade de animais que, mesmo não estando em extinção, são merecedores da maior atenção e cuidado. Fonte: http://www.perus.com/parque-anhanguera/
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda