Tango
6252 views
09 de Novembro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Mamonas Assassinas
38 postagens
Melhores Bandas de Punk R...
43 postagens
Pixar Animation Studios
90 postagens
Jogos de SNES
54 postagens
A Grande Família
58 postagens

 

Carlos Gardel - A nacionalidade e mesmo a data de nascimento geram ainda discussão entre os historiadores e pesquisadores que oscilam entre duas datas: 11 de dezembro de 1887, na cidade de Tacuarembó, República Oriental do Uruguai, ou 11 de dezembro de 1890, na cidade de Toulouse, França. Desde criança ele gostou de cantar. Numa reportagem, ele declarou que sua meta era cantar música popular. No início como cantor, seus modelos foram os músicos repentistas, com seus estilos, toadas e canções. Em 1917, há um fato de importância singular na história de nossa música popular: o poeta Pascual Contursi e o músico Samuel Castriota compõem o “primeiro tango canção”, intitulado MI NOCHE TRISTE. Esta obra foi gravada poucos meses depois por Carlos Gardel na discografia Odeon, tornando-se o primeiro cantor nacional a interpretar o “Tango canção”. A partir da gravação de seus primeiros tangos (FLOR DE FANGO, MILONGUITA, EL RAMITO), a importância do cantor foi muito maior. No ano de 1926 ele comprou em prestações a casa da rua Jean Jaurés 735, em que viveu desde então com sua mãe, dona Berta Gardes. Já começava a ser conhecido como “El morocho del Abasto” (O moreno do Abasto), codinome que tinha adquirido a partir de suas andanças de menino perto do célebre Mercado do Abasto. Em maio de 1931, Gardel filmou o seu primeiro longa-metragem em Joinville (França), intitulado “Luces de Buenos Aires”; a que se seguiram “Esperame” (1933) , “La casa es seria” (1933) e “Melodía de Arrabal”(1933). Depois vieram seus filmes em Nova Iorque, “Cuesta Abajo” (1934), “El Tango en Broadway” (1935), “Cazadores de estrellas” (1934), “El día que me quieras” (1935) e “Tango Bar” (1935). Junto a Le Pera, Gardel compõe una série de canções, tangos e outros gêneros que o acompanharam pelo mundo fora. Dentre eles, pode-se mencionar “Melodía de arrabal”, “Silencio”, “Amores de estudiante”, “Cuesta abajo”, “Mi Buenos Aires querido”, “Golondrinas”, “Soledad”, “Caminito soleado”, “Sol Tropical”, “Sus ojos se cerraron”, “Guitarra mía”, “Por una cabeza”, “Arrabal amargo” y “Volver”, entre outros. Em 24 de junho de 1935, num acidente fatal em Medellín, Colômbia, morreu o cantor e nasceu o mito. Um mito criado a partir da admiração, o deslumbramento por uma voz e um sorriso que seduzem. Fonte: http://www.esquinacarlosgardel.com.ar/index.asp?seccion=carlos_historia&idioma=p
Laifi © 2011-2021 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda