Esportes Aquáticos
5649 views
17 de Outubro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
História do S.C. Internac...
104 postagens
Basquete - Regras e Funda...
19 postagens
Treinamento de fisicultur...
43 postagens
Bob Burnquist
24 postagens
Clubes do futebol inglês
23 postagens

 

História - O Wakeboard surgiu entre o Havaí e a Califórnia, em dias de flat (mar sem ondas) quando os surfistas usavam as pranchas de surf puxadas por barquinhos de borracha. Isto aconteceu no início da década de 70. Em meados dos anos 70, surgiu na Califórnia a Skurffer, a primeira prancha especialmente fabricada para a prática do wakeboard. A Skurffer teve grande sucesso no mundo, chegando inclusive a ser fabricada no Brasil por Betinho Pereira Leite. Betinho foi o primeiro wakeboarder brasileiro a fazer o flip (salto com uma cambalhota completa) no Brasil. No começo dos anos 80, Herb O'Brien da fábrica H. O. Skis viu a possibilidade do Wakeboard se tornar um esporte forte e fez um acordo com o havaiano, Eric Perez para desenvolverem juntos pranchas de wakeboard, que pudessem ser muito mais radicais que as existentes. Foram feitos 300 protótipos e escolhida uma, que depois veio a se chamar Hyper XP. Foi com essa prancha que Eric venceu o mundial de 89. Um novo desenvolvimento gerou a Hyperlite S, que venceu com Eric Perez, o mundial de 90. Essas duas pranchas eram muito parecidas, ambas tinham bordas retas, quadradas e eram fabricadas em epoxy fibra de vidro e poliuretano de alta densidade feitas em moldes prensados. Em 1990 surgiram a terceira geração de wakeboards, representadas pelas pranchas Shapiro e Perez. Essas pranchas eram surf style feitas com os mesmos materiais com top de alumínio aeroespacial forjado fibras de carbono. No fundo já tinham canaletas e fasers. Elas eram tri-quilhas. A prancha Shapiro foi o maior sucesso, vencendo com Darin Shapiro os próximos quatro campeonatos mundiais e respectivos campeonatos profissionais. Em 1994 surgiram as twintails, que eram pranchas que tinham quilhas na frente e atrás. Elas eram basicamente duas Shapiros com os bicos cortados e emendadas. Essas pranchas eram feitas de epoxy, fibras de vidro e carbono, com poliuretano ou colméia de alumínio dentro. Fonte: http://360graus.terra.com.br/wakeboard/default.asp?did=439&action=historia
Laifi © 2011-2018 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda