Nova Zelândia
5730 views
04 de Outubro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Arambaré
35 postagens
Amazônia
54 postagens
Paris - França
20 postagens
Paraty
53 postagens
Restaurantes de Porto Ale...
36 postagens

 

Localização geográfica - Este país é composto por duas ilhas principais e numerosas pequenas ilhas, algumas das quais bastante longínquas. A Ilha Sul é a maior massa de terra e está dividida ao longo do seu comprimento pelos Alpes do Sul, cujo maior pico é o Monte Cook com 3754m. Na Ilha Sul há dezoito picos com mais de três mil metros de altitude. A Ilha Norte é menos montanhosa do que a Sul mas está marcada por vulcanismo. Na Ilha Norte, a montanha mais alta, Ruapehu (2797m) é um cone vulcânico ativo. A área total da Nova Zelândia, 270500 km² é um pouco menor que a do Japão ou que as Ilhas Britânicas e um pouco maior do que a do Colorado nos EUA. O país estende-se por mais de 1600km ao longo do seu eixo principal norte-nordeste. O clima é ameno, com temperaturas raramente inferiores a 0ºC ou superiores a 30ºC. A temperatura média diária em Wellington, a capital, localizada no centro do país, é de 5,9ºC no Inverno e 20,3ºC no Verão. Muito afastada das terras mais próximas, a Nova Zelândia é, entre as massas de terra de dimensões consideráveis do planeta aquela que está mais isolada. Os seus vizinhos mais próximos são a Austrália, para noroeste, e Nova Caledônia, Fiji e Tonga, para norte. Devido ao seu isolamento relativo, a Nova Zelândia desenvolveu um ecossistema único, cuja característica mais distinta consistia na ausência, até à colonização polinésia, de quaisquer mamíferos terrestres, à excepção de três espécies de morcegos. Muitos dos nichos ecológicos que normalmente teriam sido ocupados por mamíferos, eram ocupados por aves, incluindo o kiwi (incapaz de voar) e a moa. As moas, agora extintas, podiam crescer até uma altura de 3 metros. O kiwi e os fetos característicos das florestas nativas deste país são símbolos nacionais. A Nova Zelândia é também a residência do tuatara, uma espécie antiga de réptil, e do weta, um insecto que pode atingir mais de 8 centímetros de comprimento. A ilha meridional está percorrida de norte a sul pelos Alpes Neo-zelandeses. Na Nova Zelândia, além de vulcões apagados como o famoso monte Egmont, ainda conservam-se outros em plena atividade como o Ruapehu. As glaciações do Quaternário cortaram profundos vales cobertos depois com lagos ou fiordos, e daquelas épocas na ilha conservam-se extensos glaciares. Entre os rios mais importantes encontram-se o Waikato (425km), o Clutha (322km.) e o Wanganui (290km.). Neste país de grandes riquezas naturais não deve-se esquecer os grandes lagos. Há que destacar o Taupo, o de maior extensão, com 60606 hectares, o Te Anau e o Wakapitu. Algo que caracteriza este país é cuidar muito de seu entorno natural, também rico em formosos bosques de coníferas austrais nos arrecifes de coral, os quais costumam desenvolver-se perto das massas. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/nova-zelandia/geografia-da-nova-zelandia.php
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda