Vida e obras de Júlio Verne
7589 views
29 de Setembro de 2011
A infância de Júlio
O começo da carreira literária
O adeus de Júlio Verne
Obras
Livros que viraram filmes
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Reações Químicas
24 postagens
Hidrografia
26 postagens
Oceania
14 postagens
Tornados
28 postagens
Filmes sobre a Segunda Gu...
81 postagens

 

O começo da carreira literária - Em 1860 Júlio Verne se associou com Pierre-Jules Hetzel, um experiente editor de livros que editava as obras de aclamados autores da época, tais como Alfred de Brehat, Victor Hugo, George Sand e Erckmann-Chatrian. Após essa parceria dos dois, que a carreira de Júlio Verne como escritor começou a ganhar notoriedade. Em 1861, Júlio Verne entregou para Hetzel uma história, para ele dar o veredito se valeria a pena publicar ou não. No fim, Hetzel adorou, e em 1862 foi publicado o livro Cinco semanas em um balão, que relatava uma viagem de balão pela África. O livro ficou famoso por conter detalhes tão minuciosos de coordenadas geográficas, culturas, animais, etc., que todos que liam se perguntavam se aquilo que estava escrito era realmente apenas ficção, ou tinha algum teor de verdade. Entretanto, Júlio Verne sempre que podia, fazia questão de dizer que nunca havia estado na África, e que, tudo que estava no livro provinha da sua imaginação, e na capacidade de procurar informações nos mais diversos livros e registro da época. Hetzel apresentou Verne a Félix Nadar, cientista interessado em navegação aérea e balonismo, de quem se tornou grande amigo e que introduziu Verne ao seu círculo de amigos cientistas, de cujas conversações o autor provavelmente tirou algumas de suas ideias. O sucesso de Cinco semanas em um balão lhe rendeu fama e dinheiro. Sua produção literária seguia em ritmo acelerado. Quase todos os anos Hetzel publicava novo livro de Verne, quase todos grandes sucessos. Dentre eles se encontram: Vinte Mil Léguas Submarinas, Viagem ao centro da terra, A volta ao mundo em oitenta dias, Da terra à lua , Robur - o conquistador. Seu último livro publicado foi Paris no século XX. Escrito em 1863, somente publicado em 1989, quando o manuscrito foi encontrado por bisneto de Verne. Livro de conteúdo depressivo, foi rejeitado por Hetzel, que recomendou Verne a não publicá-lo na época, por fugir à fórmula de sucesso dos livros já escritos, que falavam de aventuras extraordinárias. Verne seguiu seu conselho e guardou o manuscrito em um cofre, só sendo encontrado mais de um século depois. Até hoje Júlio Verne é o escritor cuja obra foi mais traduzida em toda a história, com traduções em 148 línguas, segundo estatísticas da UNESCO, tendo escrito mais de 100 livros.
Laifi © 2011-2017 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda