Cordilheira dos Andes
1677 views
09 de Setembro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Canela - Rio Grande do Su...
52 postagens
Uniformes Cias Aéreas
188 postagens
Torre das Olimpíadas de 2...
10 postagens
Nomes dos Aeroportos na A...
61 postagens
Icaraizinho de Amontada
52 postagens

 

Cordilheira dos Andes - Cordilheira dos Andes é a mais extensa cordilheira continental do globo terrestre. Trata-se de uma conjunto contínuo de montanhas que margeiam quase a totalidade da costa ocidental da América do Sul. Sua extensão cobre mais de 8000 km, sendo que a largura da cadeia varia de 200 a 700 km, além de alcançar um altitude que em média atinge cerca de 4000 m. Com esta notável extensão, os Andes obviamente ocupam o território de diversos países, sete ao todo: Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Chile e Argentina. Seu ponto mais alto é o pico do Aconcágua, situado em território argentino, que atinge 6962 m de altitude. Toda a cadeia andina apresenta rigorosas condições climáticas, tanto para o homem como os animais que fazem da área seu lar. Seus habitantes precisaram vencer obstáculos os mais diversos para estabelecer uma condição sustentável de vida nos Andes, sendo o principal dos desafios a escassez de oxigênio. Os nativos quechuas (modernos descendentes dos originais habitantes da região, os Incas) possuem o coração de maior tamanho que outro ser humano de outra área qualquer, permitindo-lhes assim oxigenar plenamente seu organismo e manter uma circulação sanguínea que permite a sua sobrevivência sob condições inóspitas. As plantas e os animais andinos, por sua vez, desenvolveram seus próprios recursos de adaptação, também muito eficientes. Um bom exemplo a ser mencionado é o do “ichu”, um capim que se encontra em quase toda a cordilheira, sendo típico da vegetação andina, além de contar com fortes raízes que permitem a absorção de pouca quantidade de água do solo, além de possuir a característica de se fixar fortemente a este para resistir à força dos ventos. A fauna típica encontrada nos Andes consiste principalmente da lhama, da alpaca, do guanaco e da vicunha, mamíferos pertencentes à família do camelo. Os dois primeiros já eram empregados amplamente pelos nativos andinos, atuando como animais de carga e suprimento de carne e lã, remontando tal prática a épocas bem distantes na cronologia do Império Inca. Estes animais são de uma grande resistência física, sendo que no Peru e na Bolívia as lhamas do altiplano vivem em altitudes superiores a 4.000 metros. Encontram-se hoje grandes rebanhos de lhamas e alpacas, que são facilmente domesticáveis. No caso da vicunha, porém, esta sofre pela ameaça uma possível extinção: é um animal arisco que vem sendo perseguido pelos caçadores devido a qualidade de sua lã, uma das mais apreciadas em todo mundo. No passado, os Andes foram o lar de civilizações bastante avançadas, como por exemplo as civilizações Chavin e Chimu, que em determinados aspectos excediam o nível de conhecimento dos colonizadores europeus recém chegados ao continente americano. Tais culturas antigas construíram misteriosas cidades, como Tiwanaku, que impressionam o visitante com a majestade de seus templos, palácios e pirâmides.
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda