Músicas Bregas
2414 views
07 de Setembro de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Séries Live Action que pa...
93 postagens
Aberturas de Novelas da R...
57 postagens
Shakira
41 postagens
Videogames antigos
44 postagens
Óperas e Musicais
107 postagens

 

Frankito Lopes - Nascido na ilha do Bananal, no estado do Mato Grosso, Frankito era descendente de uma tribo índigena local, daí a ideia de levar suas raízes para o palco, se trajando de cacique em todas as suas apresentações. Íniciou sua carreira na década de 1970, compondo e cantando boleros e guarânias, dois maravilhosos gêneros musicais românticos. Em pouco tempo, já havia conquistado fama em todo o Mato Grosso, obtendo sucesso em seguida em todos os estados do norte e nordeste do Brasil. Depois de muitos anos gravando suas canções de forma independente, foi contratado em 1982 pela gravadora Gravasom, lançando no ano seguinte o álbum Caminhando Sozinho, primeiro da sua carreira. Neste primeiro disco, já emplacou sucessos como a faixa título e as celebres Eu canto porque sou apaixonado, Longe dos seus olhos, Na cadeira da saudade, Revolta e a clássica Eu nasci pra te amar, presente em todos os bares e bordéis legítimos. Neste mesmo disco, Frankito gravou o sucesso Quero Você, uma lambada feita pelo paraense Carlos Santos, que também obteve êxito na saudosa voz do índio apaixonado. Em 1985, lançou pela mesma gravadora outro grande álbum, Fruto de um romance, comprovando todo o seu talento, não apenas como interprete, mas também como compositor (é autor de 10 letras das 11 canções do disco). Neste álbum, Frankito lançou aquela que talvez seja a canção de maior sucesso em sua carreira, Quero dormir em seus braços, clássico dos clássicos, composição que pela primeira vezes levou o Rei dos Bregueiros as rádios e os bregas do sul do país. A faixa, Saudade de meu amor, outro sucesso deste disco, teve uma curiosa aceitação por parte do público feminino, antes contrário ao estilo brega, considerado por elas como um som de corno. Era possível encontrar várias moças cantarolando esta canção no final da década de 1980. Já consolidado como principal artista de sua gravadora, em 1986 lançou seu terceiro álbum, Chorei, no qual lançou sucessos definitivos do repertório brega desse país como Meu Desespero, Não adianta mulher, Eu tenho medo, Coração Prisioneiro e a clássica Levo comigo a sua imagem, essencial na história de todo corno brasileiro. Depois de três álbuns de sucesso lançados, que projetou Frankito Lopes para além do seu estado, alcançando fama em todo Brasil, o quarto disco, Explode Coração, de 1987, não foi bem sucedido. O álbum vendeu pouco, e as músicas não emplacaram, talvez por conta do sucesso que as canções anteriores ainda fazia nos bregueiros de plantão. Muito se falou sobre a capacidade artística de Frankito, e criticos fervorosos e antipáticos com o estilo do cantor chegaram a afirmar que a sua carreira tinha acabado, pois não seria capaz de compor mais nada interessante. Foi exatamente nesse momento que ele provou que era mesmo o Rei dos Bregueiros e lançou seu disco de maior vendagem e aceitação popular, Bar da Boemia, lançado em 1989, consolidou Frankito Lopes na história do brega nesse país. Sucessos como A paixão que me domina, Não posso dizer o nome dela, Coração de Bailarina e Estou sempre chorando, até hoje afogam as mágoas de muitos marmanjos por aí. A faixa título, Bar da Boemia, foi uma das mais tocadas no país neste ano. Na década de 1990, Frankito manteve a bem sucedida carreira artística, que depois do lançamento do seu sexto álbum, Minhas canções de amor, em 1990 (dois sucessos se destacam neste disco, a faixa título e Boa noite amor da minha vida), passou a lançar várias coletâneas com sucessos da sua carreira. A coletânea de maior destaque foi a lançada em 1992 pela Gravasom, Os grandes sucessos de Frankito Lopes, com14 canções do cantor. Mesmo se dedicando mais as coletânas nesta década, lançou a bem sucedida canção Índia, em 1994, com bastante sucesso nas rádios do país. Nos anos 2000, depois de lançar mais de 10 álbuns (entre inéditas e coletâneas), lançou o seu primeiro disco em formato de CD no ano de 2003, interpretando belas canções românticas, as de maiores destaques são A namorada que sonhei e É paixão e nada mais. Em 2005 lançou sua primeira coletânea em CD, o que possibilitou que vários jovens pudessem ter contato com os grandes sucessos de sua carreira, conquistando novos adeptos para a música e o universo brega no país. Frankito Lopes nos deixou em 2008, aos 70 anos de idade, e já está fazendo uma falta danada. Para matar um pouco a saudade dos seus admiradores, e para aqueles que não conheceram o verdadeiro Rei do Bregueiros, segue abaixo o último registro de um show desse grande artista que tanto contribuiu para o sucesso da música brega-romântica no Brasil. http://bregaseafins.wordpress.com/2011/04/16/frankito-lopes-ao-vivo/
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda