The Offspring - Discografia
765 views
31 de Agosto de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Green Day - Discografia
50 postagens
A Grande Família
58 postagens
Discografia Fito Paez
51 postagens
The Beatles - historicida...
45 postagens
Owen Wilson - Filmografia
33 postagens

 

História da banda - A história do The Offspring é engraçada, já que seus membros eram cabeludos no início, freqüentaram bons colégios, entraram na faculdade e eram considerados CDFs pelos colegas. No entanto, foi uma banda que ajudou a sedimentar o movimento punk dos dois lados do mundo. O embrião da banda surgiu quando Dexter Holland e Greg K se conheceram na escola, High Pacific School, em Orange County. A primeira experiência na música se deu em 1984, com o grupo Manic Subsidal. Na época, o Manic Subsidal era formado por Dexter Holland (guitarra), Greg K (baixo) Doug Thompson (vocal e guitarrista) e Jim Benson (bateria). Com esta formação, o grupo não estava rendendo, quando acabou por sofrer algumas mudanças em seu line up, ocasião em que o baterista Jim Benson foi substituído por James Lilja e Dexter tomou os vocais e a guitarra no lugar de Doug Thompson. Durante muito tempo, o Manic Subsidal manteve-se como um trio, mas Dexter estava mais afim de cantar do tocar guitarra. Assim convidou , e precisava de um guitarrista para segurar a barra, daí resolveu chamar Noodles para entrar na banda. Em março de 1985, aconteceu a estréia do Manic Subsidal no Club Culture de Santa Cruz. A banda abriu o evento para outros grupos mais conhecidos. Pouco mais tarde, depois de algumas mudanças em torno do nome original, resolveram adotar The Offspring. Como não aconteciam muitos shows para a banda na época, os seus componentes desanimaram por algum tempo, principalmente porque todos eles tinham atividades estudantis. O mais aplicado era Dexter, que chegou a obter doutorado em biologia molecular. Greg K estava terminando o curso secundário. Lilja estava se preparando para entrar na faculdade de medicina e Noodles fazia cursos de informática. De qualquer modo, a banda chegou a lançar o seu primeiro single, em vinil, com as faixas "I'll be waiting" e "Blackball" numa tiragem de mil cópias. Em 1987, os famosos conflitos internos começaram a aparecer. Além de Lilja estar mais nteressado nos estudos do que na música, ele queria ditar os rumos da banda. A sua saída se concretizou quando trocou a possibilidade do The Offspring em realizar uma mini-turnê (cujos shows estavam prestes a serem marcados em Saint George, Utah, Salt Lake City e Las Vegas), para ir sozinho assistir ao Garlic Festival. Sem Lilja que estava lomnge e com um show em Las Vegas agendado de última hora, a banda teve que chamar Ron Welty para completar o time que veio se apresentar. A parir daí, o baterista foi substituído definitivamente. Noodles conheceu Ron quando assistia a um show de sua banda que se chamava FQX. Pouco antes de substituir Lilja, ele tinha se mudado para Garden Grove, onde foi morar com o pai. Em Julho de 1987, Ron Welty entrou oficialmente para a banda e sua entrada trouxe sorte para o quarteto, que passou a se apresentar com maior freqüência. Com a formação estabelecida em Dexter Holland, Greg K, Noodles e Ron Welty, o The Offspring gravou uma demo tape no estúdio Coast Recording. Essa fita foi apresentada para várias gravadoras, sem que ninguém se interessasse por ela. Apesar das dificuldades, o The Offspring achou uma forma de fazer barulho. Algumas revistas internacionais têm o hábito de incluir em seus números fitas e CD's de bandas iniciantes. Através delas, várias foram as faixas do grupo que saíram em lançamentos desse tipo, o que foi assegurando a popularidade do conjunto. O primeiro álbum, Self-titled, só foi gravado entre março e abril de 1989, contando com a produção de Thom Wilson. O material foi produzido em apenas dez dias e foi editado pela novata Nemesis Records e, desde já, se notava o estilo arábico dos solos de Noodles. Na época em que o disco foi lançado, o vinil ainda era comum e o CD ainda estava em ascensão. Até que a Nemesis chegou a cogitar uma edição do material em CD, mas a versão não chegou a sair. Mais tarde, houve indivíduos que chegaram a lançar uma versão pirata em CD, antes de ele ser relançado em 1995. Depois de uma boa turnê, o quarteto se desentendeu com a Nemesis, pois tudo indicava que a gravadora estava passando o pé neles, colocando a mão no dinheiro sem falar nada. Depois disso, eles resolveram desfazer o contrato com a gravadora. Em 1991, sem contrato com qualquer gravadora, concordaram em fazer uma música para uma coletânea de bandas, sendo que "Take it like a man" foi a escolhida. Um dos mentores dessa coletânea foi Brett Gurewitz, fundador da Epitaph. Desde o início, ele ficou impressionado com o vigor do The Offspring. Apesar de Brett inicialmente não der muita atenção ao conjunto, quando soube que eles estavam produzindo um nova fita demo para encontrar uma nova gravadora, aproveitou a ocasião para contratá-los. Com nova gravadora, o primeiro trabalho do The Offspring foi Ignition (1992). O trabalho já deixa claro o potencial da banda, trazendo faixas marcantes como "Kick Him when he's down", "Take it like a man", "Get it right", "Session", "L.A.P.D", "Nothing from something", dentre outras. A repercussão do álbum deixou o grupo conhecido fora do circuito alternativo. Em conseqüência, receberam várias propostas para lançar o próximo CD por uma grande gravadora, porém decidiram ficar na Epitaph. Em 1994, é lançado o segundo álbum do The Offspring: Smash. O disco se tornou o independente mais vendido de toda a história, ultrapassando a venda de onze milhões de cópias. Deste trabalho, saíram as músicas que foram fundamentais para a popularidade do quarteto californiano, como "Gotta get away", "Come out and play", Self Esteem", "What happened to you?", "Bad habit" e "Smash", dentre outras. No embalo do sucesso do The Offspring, foi relançado em 1995 o primeiro trabalho do conjunto: Self-titled. O disco foi relançado pela Nitro Records e distribuído pela Epitaph, gravadora do grupo na época. Devido o sucesso, as grandes gravadoras pressionaram o conjunto até que o The Offspring assinasse com a Columbia. Essa mudança não só provocou a crítica da galera punk, como fez com que o dono da Epitaph, Brian Gurewitz, passasse a criticar a banda publicamente, falando que seus componentes estavam se vendendo. Devido os problemas gerados pela mudança de gravadora, o primeiro álbum do The Offspring pela Columbia, Ixnay on the Hombre, demorou um pouco para sair. De qualquer modo, ele foi lançado em fevereiro de 1997. Apesar do disco conter músicas marcantes, como "The Meaning of Life", "Gone Away", "I Choose", "All I Want" e "Change the World", acabou não repetindo o sucesso de Smash. No mesmo ano, durante a turnê de divulgação, a banda desembarcou no Brasil pela primeira fez para fazer alguns shows. O The Offspring dá a volta por cima em novembro de 1998, quando é lançado pela mesma Columbia Recods o álbum Americana. O disco estoura em todo o mundo e nas paradas da Biilboard. Resultado, o trabalho vendendo mais de 10,5 milhões de cópias. A curiosidade vem da faixa "She's got issues", que é um hit dos anos 70, composto pelo brasileiro Morris Albert, que foi adaptado por Dexter. Em novembro de 1999, o The Offspring volta ao Brasil para mostrar aos fãs brasileiros que a banda está cada vez melhor ao vivo. Durante dois anos, o conjunto rodou o mundo fazendo a turnê e lançou também algumas músicas para trilhas sonoras. O maior destaque vai para a participação da banda no filme Idle Hands (A Mão Assassina), em que a banda faz uma atuação. Em 24 de novembro de 2000, é lançado o Conspiracy of One, através da mesma gravadora. Antes de ser lançado de forma convencional, o The Offspring resolveu colocar todo o CD em Mp3 no site oficial, para download, antes dele chegar às lojas. E mais, os fãs que baixassem as Mp3 do site oficial, concorreriam ainda a um milhão de dólares. A decisão foi duramente rechaçada pela Columbia que ameaçou processar o grupo e cancelar o lançamento do disco. O conjunto, por sua vez, reagiu dizendo que iria processar a editora por direitos autorais. No entanto, para evitar perder tempo indo a tribunais, o The Offspring resolveu tirar os Mp3, e colocar apenas o single "Original Prankster" para download. Em síntese, o lançamento do álbum foi marcado pelo assunto gravadoras vs. Napster, que acabou por não deixar a banda colocar à disposição de todos os fãs do mundo as músicas em formato MP3 no site oficial. Mesmo com todos os esforços da Sony Music, pouco mais de um mês antes do lançamento, todas as músicas já estavam na Internet para download gratuito em milhares de sites, inclusive na Napster. Independente de toda a discussão, o álbum Conspiracy Of One é muito bem recebido tanto pela crítica como pelo público. O sucesso foi garantido não só pela faixa "Original Prankster" (que foi colocada na internet em formato Mp3 para download), como pelas excelentes "Come out Swinging", "Want You Bad", "Dammit, I Changed Again" e "All Along" (que mantém a pegada do harcore californiano), além de "Million miles away" (que inova o estilo) e "One Fine Day" (relembrando o bom e velho old-school punk inglês). Para tentar enfrentar a questão das músicas disponíveis na Internet, Conspiracy Of One é lançado não só com faixas bônus para algumas versões (a brasileira traz a música "Huck It"), como traz uma seção multimídia chamada CD-EXTRA no álbum, que vem com videoclipes e acesso ao fã-clube oficial The Offspring Nation. Enquanto a banda está trabalhando para o próximo álbum, resolve provocar Axl Rose, divulgando informalmente que o novo disco irá se chamar Chinese Democracy - You Snooze, You Lose ("Democracia Chinesa - vacilou, perdeu"). O título é uma clara provocação ao novo disco do Guns N' Roses, que está há mais de uma ano sendo dito que será lançado. Obviamente Axl, cabeça quente como sempre, não tardou para enviar seus advogados para comunicarem ao conjunto para que parassem com a brincadeira. Para piorar a briga, há rumores que o cantor não gostou muito da entrada de Josh Freese no The Offspring, já que o baterista trabalhou há cerca de quatro anos com o próprio Axl, e ingressou no grupo em substituição a Ron Welty, que saiu para tocar um projeto chamado Steady Ground. Em 2003, o The Offspring conseguiu superar as últimas adversidades e lançou o excelente álbum Splinter. O material é aclamado pela crítica em todo o mundo, onde é unânime que ele traz de volta o velho estilo de sempre. Fonte: http://historiasmusicas.blogspot.com/2007/12/offspring.html
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda