Camarão, Caranguejos e Lagostas
46855 views
25 de Agosto de 2011
Tipos de Caraguejos (Siri)
 

 

 

 

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Tipos de Luvas
35 postagens
Penteados para festas
130 postagens
Árvores de natal decorada...
32 postagens
Desenhos para Colorir (Pe...
73 postagens
Tatuagens na pele
85 postagens

 

Camarão - Anatomia Estes animais pertencentes à classe dos crustáceos, possuem um exoesqueleto, feito de quitina. Seu corpo é dividido em duas partes: cefalotórax e abdómen. São animais que apresentam um sistema digestório completo, ou seja, com duas aberturas para entrada pela boca e saída pelo ânus de alimentos. Também possuem sexos separados e sua reprodução é sexuada. Classificação Os camarões pertencem à ordem Decapoda, à qual pertencem também as lagostas e os caranguejos. Até recentemente, os decápodes eram divididos nas subordens Reptantia e Natantia, os primeiros incluindo os animais com menor poder de natação (caranguejos e lagostas) e os segundos, os camarões. A classificação actual, no entanto, divide-os de acordo com a estrutura das brânquias e restantes apêndices e com a forma de desenvolvimento larvar, nas subordens Dendrobranchiata, que inclui os camarões com brânquias ramificadas e que não incubam os ovos (infraordens Penaeoidea e Sergestoidea), e os Pleocyemata, que inclui os restantes camarões (infraordens Caridea e Stenopodidea), lagostas, caranguejos e restantes decápodes. O camarão é um crustáceo muito conhecido, pertencente às famílias dos peneídeos (marinhos) e palemonídeos (água doce). Caracteriza-se pelas suas longas patas e pelo abdome não-dobrado por baixo por baixo da carapaça. Menores que as lagostas, os camarões comuns atingem de 20 cm de comprimento, mas a maioria das espécies é de tamanho reduzido e algumas possuem dimensão microscópica. Encontrado em mares, junto das costas marítimas, nos leitos lamacentos dos riachos, rios e lagoas, bem como nos alagados deixados pelas marés. Geralmente são habitantes do fundo e nadam para frente com o auxílio dos pés abdominais, mas quando amedrontados, movem-se rapidamente para trás. Constituem importante elemento na economia biológica marinha, pois servem de alimento a diversos peixes.
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda