Tipos de Vinhos
2166 views
28 de Julho de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Camarão, Caranguejos e La...
34 postagens
Marcas Genéricas
31 postagens
Penedo - Alagoas
26 postagens
Livros de Zibia Gasparett...
41 postagens
Moda Praia
43 postagens

 

Vinhos Italianos - A Itália é a maior produtora mundial de vinhos, junto com a França produz 30% de todo o vinho do planeta, na Itália os vinhedos estão por toda parte, existem catalogados 900 mil vinhedos, que cultivam 1000 variedades de uvas diferentes, não dá para imaginar estudar todos os vinhos italianos, se decidir provar todos eles, bebendo uma garrafa por dia você levará uma vida inteira para provar todos (não fiz a conta...), os italianos bebem por ano 54 litros de vinho e ocupam a terceira colocação no ranking mundial de consumo. A expressão de terroir nos vinhos italianos é muito forte, a ligação do vinho com a comida (regional) sem dúvidas é a mais atraente do mundo, as combinações são perfeitamente simples, o vinho regional com a comida regional. Mesmo sendo o maior produtor mundial, não significa que a Itália só faça vinhos bons, apenas 15% dos vinhos italianos estão entre os melhores do mundo, não que os outros 85% sejam ruins, na verdade funciona como uma pirâmide, os melhores no topo, os médios uma boa parte, e a maioria vinhos simples (ideal para o consumo diário). A legislação vinícola da Itália estabelece algumas regras para manter o controle de qualidade dos vinhos, isso também nos ajuda a escolher melhor um vinho italiano, diminuindo nossa margem de erro no momento da compra. Observe o rótulo de um vinho italiano, você poderá encontrar as inscrições: DOCG, DOC, ou IGT. DOCG = Denominação de Origem Controlada e Garantida – Os vinhos que possuem essa descrição provêm de uma região demarcada, e tem que obedecer a regras de produção máxima por hectare, as variedades que podem ser cultivadas, os vinhos passam por análise química e degustação. DOC = Denominação de Origem Controlada – Seguem regras similares as do DOCG, porém um pouco menos rígidas. IGT = Indicação Geográfica Típica – São os vinhos mais simples, porém passam por algum controle específico, também não é qualquer vinho que pode ser um IGT. É importante salientar que saber dessas informações (DOCG, DOC, IGT) ajuda um pouco a compreender os vinhos italianos, todavia existem alguns vinhos DOC que são melhores que os DOCG, e em muitos casos vinhos IGT que são melhores que os DOC e os DOCG, tudo isso depende da competência do produtor, que tem o dom divino de saber extrair o máximo que a natureza pode oferecer. O que é um Super Toscano? O fenômeno Super Toscano começou nos anos 70, quando alguns produtores decidiram começar a criar um novo estilo de vinho. Os vinhos eram chamados Super Toscanos, porque eram produzidos fora da zona do Chianti, ou porque suas uvas eram misturadas com outras variedades (Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Cabernet Franc) que não eram aceitas pelos requerimentos do DOCG para o Chianti, ou porque tinham 100% de Sangiovese que, antigamente, era proibido na zona do Chianti. Por mais que as misturas diferissem de um produtor para outro, o que estes vinhos tinham em comum eram as etiquetas com preços muito caros. O Super Toscano mais famoso, como o Sassiscaia e Solaia, pode induzir colecionadores a gastarem mais de U$ 200 em uma garrafa de uma boa safra. Os vinhos podem variar de estilos, do Chianti ao Bordeaux, do Bordeaux ao Californiano, dependendo do "assemblage". Umbria Aqui você encontrará outro vinho branco seco fresco, Orvieto DOC, tem o mesmo nome da cidade. Originalmente apenas feito em um estilo semi-doce, o vinho deve ser, no mínimo, 50 % Trebbiano. Torgiano é um vinho tinto fino e uma denominação de mesmo nome, as uvas são Sangiovese. Outro DOCG bem conceituado é o vinho tinto Sagrantino de Montefalco, feito com uva local do mesmo nome. Este vinho também é vinificado em um estilo passito. Lazio A área que cerca Roma é conhecida como Frascati, um vinho branco seco feito com Trebbiano e Malvasia. Marche Lar do Verdicchio, um vinho branco seco excelente e barato feito com uvas do mesmo nome. Castelli di Jesi & Matelica é o produtor mais renomado. Abruzzo Apenas três tipos de vinho aqui! Montepulciano d'Abruzzo, vinho tinto feito com uva do mesmo nome (não confunda com a cidade Toscana!), Cerasuolo, um vinho tinto mais suave com aroma de cereja feito com a mesma uva e Trebbiano d'Abruzzo, um vinho branco feito com Trebbiano. SUL Puglia No sul são feitos mais vinhos na Puglia que em qualquer outra região. Os vinhos aqui tendem a ser grandes, ricos e alcoólicos, feitos originalmente com Aleatico, Negro Amaro e Malvasia Nero. Campania Campania é a região que produz os vinhos mais finos e de alta qualidade do sul. Os vinhos incluem o DOCG Taurasi, um tinto tânico e encorpado, feito com a uva Aglianico, Lacrima Christi (lágrimas de Cristo), mais conhecido como vinho dourado, mas também nos estilos tinto e espumante e Greco di Tufo, da uva Greco, uma das uvas mais antigas de origem grega. Sicilia Esta ilha ao sul é mais conhecida pelo vinho de sobremesa Marsala, mas também produz dois outros vinhos âmbar doces e ricos. Moscato Passito di Pantelleria e Malvasia delle Lipari. O parreiral controlado pelo estado, Corvo, embora não seja um DOC, produz um vinho de boa qualidade. Regaleali planta as uvas em altas altitudes para contrabalançar a temperatura quente da Sicília, seu melhor vinho é chamado Rosso del Conte. Outros vinhos da Toscana: Vino Nobile di Montepulciano DOCG Da cidade com o mesmo nome, estes vinhos são feitos basicamente com as mesmas uvas e a mesma "assemblage" que o Chianti, embora o clone Sangiovese neste distrito seja o Prugnolo Gentile. Vino Nobile di Montepulciano foi o primeiro DOCG e há outros exemplos excelentes. - Carmignano DOCG Este é um vinho tinto seco feito de uma mistura parecida com o Chianti, embora o Cabernet Sauvignon também possa ser utilizado. Vernaccia di San Gimignano DOCG O melhor vinho branco toscano, é vinificado com uma variedade de uvas do mesmo nome. Um vinho fresco com um sabor de amêndoa e de textura suavemente oleosa. Fontes: http://www.diariodovinho.com/2009/03/os-vinhos-italianos-as-mais-de.html http://www.e-vinho.com.br/pais.php?pais=It%E1lia&continente=Eurpao
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda