Tipos de Vinhos
2166 views
28 de Julho de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Tipos de Queijos
35 postagens
Marcas Genéricas
31 postagens
Regimes/ Dietas
28 postagens
Fim do Mundo 2012
27 postagens
Baladas RS
17 postagens

 

Vinhos Hungaros - Há mais de 400 anos, os húngaros descobriram que poderiam fazer um bom vinho mesmo com as uvas atacadas pela podridão . E fizeram. Trata-se do Tokaji Aszú, ou simplesmente Tokay, como muitos o conhecem no mundo todo. A Hungria se rende em homenagens a este que é considerado um símbolo nacional, inclusive citado no hino húngaro. Há poucas variações de tipo deste vinho, sendo o doce o mais conhecido e emblemático em quase todo o mundo. O Tokay é feito com grande parte de uvas apodrecidas pelo fungo Botrytis cinerea (são as uvas conhecidas no mundo do vinho como botrytizadas, que também faz o vinho Sauternes na França). A descoberta aconteceu no século 17, quando o padre Szepsi Laczkó pesquisava uma uva nativa húngara, a Furmint. Durante o processo de secagem, surgiu a podridão nobre, o que coincidiu com parte da história da Hungria relacionada com as uvas e o vinho. Em 1700, durante uma guerra com os invasores turcos, os húngaros foram à luta e, logicamente, deixaram as uvas para depois da briga. Na hora de colhê-las, encontraram tudo atacado pelo até então maldito fungo. No entanto, o padre, em sua santa economia, resolveu fazer um vinho com as uvas podres mesmo. E deu num vinho maravilhoso! Hoje, o Tokay Aszú é o mais badalado (aszú significa o percentual de polpa de uvas apodrecidas que entra na elaboração do vinho feito também com frutos frescos). Atualmente, o Tokay amadurece dois anos em barris de carvalho e um ano na garrafa antes de ir para as lojas. Mas pode envelhecer por mais de 100 anos. Este vinho húngaro já foi considerado um dos melhores do mundo. Luiz 14 teria declaro que o Tokay era, em sua época, “o vinho dos reis e o rei dos vinhos”. As Variedades As principais castas utilizadas em Tokaj-Hegyalja, notadamente para a elaboração do Tokaji, são fundamentalmente as Furmint (com um elevado potencial aromático), Hárslevelü (proporciona um elegante bouquet) e Muscat. Atualmente, as castas mais cultivadas são originárias da França (Chardonnay, Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc, Pinot Noir) e da Alemanha (Olaszrizling, Riesling, Blaufrankisch), havendo ainda um certo desconhecimento e conseqüente utilização das castas do próprio país. Fontes: http://www.e-vinho.com.br/pais.php?pais=Hungria&continente=Europa http://www.jornaldosite.com.br/materias/lazer&cia/anteriores/edicao159/lazerservicos159_01.htm
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda