Barroco (Literatura Brasileira)
45951 views
26 de Julho de 2011
Características
Figuras de Linguagem
Principais
Autores
O poeta religioso
O poeta satírico
O poeta lírico
O poeta erótico
Sermão da Sexágésima (1655)
Sermão pelo bom sucesso das armas de Portugal cont...
Sermão de Santo Antônio (1654)
Resumo do Período
Exercícios!
 

 

 

 

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Bandeiras dos países da O...
25 postagens
Will Eisner - Vida e Obra
31 postagens
Relevo
23 postagens
Datas Comemorativas no Br...
53 postagens
Paraísos urbanos - Parque...
25 postagens

 

O poeta lírico - O poeta lírico Em sua produção lírica, Gregório de Matos se mostra um poeta angustiado em face à vida, à religião e ao amor. Na poesia lírico-amorosa, o poeta revela sua amada, uma mulher bela que é constantemente comparada aos elementos da natureza. Além disso, ao mesmo tempo que o amor desperta os desejos corporais, o poeta é assaltado pela culpa e pela angústia do pecado. À mesma d. Ângela Anjo no nome, Angélica na cara! Isso é ser flor, e Anjo juntamente: Ser Angélica flor, e Anjo florente, Em quem, senão em vós, se uniformara: Quem vira uma tal flor, que a não cortara, De verde pé, da rama fluorescente; E quem um Anjo vira tão luzente, Que por seu Deus o não idolatrara? Se pois como Anjo sois dos meus altares, Fôreis o meu Custódio, e a minha guarda, Livrara eu de diabólicos azares. Mas vejo, que por bela, e por galharda, Posto que os Anjos nunca dão pesares, Sois Anjo, que me tenta, e não me guarda.
Laifi © 2011-2018 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda