História do Grêmio
13853 views
15 de Setembro de 1903
Fundação do Grêmio
Bandeiras
Símbolos e mascote
Décadas de 30 a 50
Décadas de 60 a 80
Década de 90 em diante
Títulos e ídolos
Vídeos
 

 

 

 

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Esportes Aquáticos
24 postagens
Campeãs Mundiais de Xadre...
34 postagens
Kart
33 postagens
Paysandu Sport Club
106 postagens
Mascotes Olímpicos
36 postagens

 

O melhor ano da história - 1983 - O ano de 1983 é o maior da história do Grêmio. Talvez o grupo desse ano não tenha sido a maior equipe do Imortal, mas certamente foi a equipe que trouxe as maiores glórias ao futebol gaúcho, gremista e brasileiro. A conquista da Libertadores O injusto vice-campeonato brasileiro de 1982 rendeu ao Grêmio a possibilidade de disputar a Libertadores da América. No ano anterior, a experiência na competição não havia sido boa, sendo que o Grêmio foi eliminado na primeira fase, em um grupo que tinha o poderosíssimo Peñarol do Uruguai. Em 83 não foi muito diferente do ano anterior, pois novamente a equipe pegava somente pedreiras na Libertadores. Equipes como o Flamengo de Zico, Estudiantes da Argentina, que protagonizou com o Grêmio uma das maiores partidas da história do clube, a "Batalha de La Plata" e o forte América de Cali eram os adversários a ser batidos pelo Imortal na busca do tão sonhado título continental. O Grêmio passou pelos brasileiros do Flamengo de Zico com qualidade. Nas semifinais, as memoráveis partidas contra o América de Cali e o Estudiantes deram ao Grêmio a oportunidade de chegar a sua primeira final de Libertadores contra o então campeão do continente e do mundo, o Peñarol de Montevidéu. Na primeira partida, um épico empate com os uruguaios em 1X1 levou a decisão para Porto Alegre, na capital gaúcha a vitória de 2X1 saída dos pés de Renato Portaluppi, grande ídolo gremista, deu ao Grêmio o maior título de sua história até então e a possibilidade de ser o maior clube do mundo em dezembro no Japão. O Grêmio conquista o mundo Onze de Dezembro de 1983. O mundo inteiro está olhando para Tóquio. Em termos de importância, a decisão do Mundial Interclubes só perde para a final da Copa do Mundo. Milhões de espectadores acompanham o jogo pela televisão. Em Tóquio o adversário da final do Mundial de Clubes já nos esperava, era o poderoso Hamburgo, base da Seleção Alemã, bicampeão nacional e campeão europeu sobre a super equipe italiana do Juventus. Os alemães eram amplamente favoritos, mesmo tento o Imortal vencido o gigante Peñarol. Iniciou-se então a grande partida do Mundial. O início do jogo foi truncado, até que aos 37 minutos de partida o herói da final da Libertadores brilhou na maior competição do Mundo. Renato Portaluppi driblou a marcação alemã e marcou um golaço em um chute cruzado, o Grêmio estava perto de ser o melhor de todos os clubes do ano. Até o final da partida o nervosismo predominava na equipe gremista e, aos 40 minutos do segundo tempo, Schröeder marcou um gol para o Hamburgo, o que levava a decisão para a prorrogação. Aos 3 minutos do tempo extra mais uma vez brilhou o craque Portaluppi, o atacante recebeu uma bola da esquerda, tirou da marcação alemã e mandou no canto do gol do Hamburgo. O Grêmio tornou-se então o primeiro clube gaúcho a conquistar o mundo. clicgremio.blogspot.com
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda