História do Grêmio
13853 views
15 de Setembro de 1903
Fundação do Grêmio
Bandeiras
Símbolos e mascote
Décadas de 30 a 50
Décadas de 60 a 80
Década de 90 em diante
Títulos e ídolos
Vídeos
 

 

 

 

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Ídolos do Flamengo
32 postagens
Locais para prática de es...
30 postagens
Paysandu Sport Club
106 postagens
Boxe
16 postagens
Todas Olimpíadas da Histó...
37 postagens

 

Primeiros jogos - Tempos de amadorismo Em 6 de março de 1904, foi marcado o primeiro desafio, contra o Fuss-Ball Club Porto Alegre – então, o único outro clube da cidade, fundado exatamente na mesma data. Predestinado, o Grêmio venceu. Os jornais registraram aquele disputado 1x0, que deu início à conquista do primeiro troféu da história Tricolor, o Wanderpreis. Ainda no mesmo ano, o clube adquiriu seu primeiro campo, a Baixada dos Moinhos de Vento. A partir de então, a equipe tricolor teria lugar próprio par treinar e jogar. O estádio seria utilizado nos 50 anos seguintes, passando por várias transformações na sua estrutura, agregando pavilhões e arquibancadas, conforme sua torcida aumentava e o time ganhava fama nacional e internacional. Ali o Grêmio jogou e venceu a maioria dos seu jogos e acumulou taças, o que levou sua casa a ser apelidada de “Fortim da Baixada”. No dia 18 de julho de 1909, aconteceu o primeiro jogo contra o Sport Clube Internacional e o resultado desta partida histórica foi um extraordinário 10x0, para o Tricolor. Anos depois, a rivalidade tornaria este confronto o maior clássico do futebol brasileiro, o Gre-Nal. Foi a partir dos anos 10, que o clube começou a jogar contra equipes de outros estados e países, com destaque especial para a vitória sobre a Seleção da Federação Desportiva Uruguaia por 2x1, em 1916. Neste período, com vitórias importantes contra equipes de fora do Rio Grande do Sul, o nome do clube passou a ser reconhecido como grande adversário. É desta era que vem três dos nomes da história do Clube: Eurico Lara, Luiz Carvalho e Oswaldo Rolla (o Foguinho). Luiz Carvalho foi um dos maiores artilheiros gremistas, chegando à presidência do clube em 1974. Foguinho depois de liderar a equipe em campo durante os anos do amadorismo, foi o técnico que definiu o estilo gremista de futebol, na década de 50. Eurico Lara, foi um atleta tão identificado com o clube, que seu nome está no seu hino. Goleiro, ele é o jogador que defendeu as cores do Grêmio por mais tempo, sagrando-se campeão por 16 vezes em 16 temporadas. Graças aos seus elevados dotes morais e técnicos, Lara é tido como jogador símbolo do clube, uma verdadeira lenda. Seu último episódio retrata bem seu significado. Em setembro de 1935, o Grêmio se preparava para a decisão do Campeonato Farroupilha, onde precisava vencer o Internacional para levar o título. O troféu era muito valorizado, pois comemorava o centenário da Revolução Farroupilhha. Lara já vinha doente do coração há algum tempo, e havia recebido ordem dos médicos para não mais atuar. Decidido, ele entrou em campo. Foi uma de suas maiores atuações, mas no intervalo ele não suportou mais as dores e teve de sair. Mesmo assim, ele ficou para assistir a vitória por 2 a 0, gols de Foguinho e ,bem no finzinho. Mas na hora de comemorar, saiu rápido para o hospital. Dois meses depois, seu enterro parou Porto Alegre e o atleta entrou para sempre na história do Grêmio e no coração de quem teve o prazer de vê-lo atuar. gremio.net
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda