Cidades e países que mudaram de nome
8383 views
15 de Julho de 2011
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Quinhentismo (Literatura ...
13 postagens
Circuitos elétricos
29 postagens
Trigonometria nos triângu...
14 postagens
Animais em Espanhol
43 postagens
Igrejas inusitadas pelo m...
27 postagens

 

Beijing - na China (nome atual) - Nota que não houve aqui uma “troca de nome”, como a do Sião para Tailândia, ou de São Petersburgo para Leningrado e para São Petersburgo, de novo — casos em que existe uma pressão natural que nos leva a adotar a nova denominação. Houve apenas uma troca de sistema de transcrição, o que termina sendo pouca coisa além de uma troca na grafia (já que a pronúncia é variável nas diferentes regiões da vasta China continental). É sabido que as leis ortográficas de um país não costumam ter repercussão nas outras línguas. Quando nós oficializamos a grafia Brasil, os países de língua inglesa continuaram a usar Brazil, a forma consagrada durante nosso regime imperial, enquanto a França, alheia a tudo, sempre usou alegremente o seu Brésil. Por isso, mesmo que um bilhão de chineses não concordem, devemos manter o Pequim do Português, da mesma forma que se mantiveram Pékin (Fr.), Pechino (It.), Pekín (Esp.) e Peking (Al.). Só os jornais de língua inglesa se apressaram em aderir à novidade; talvez, em nome da globalização, nossa imprensa pudesse adotar o hábito educativo de incluir, entre parênteses, o nome reformulado: Pequim (Beijing). Com o tempo, veremos qual das duas formas será escolhida. Cláudio Moreno http://wp.clicrbs.com.br/sualingua/2009/05/18/pequim-ou-beijing/
Laifi © 2011-2020 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda