História da Jovem Guarda
13637 views
13 de Julho de 2011
História da Jovem Guarda
Fotos da época
Cantores (parte 1)
Cantores (parte 2)
Galeria de Fotos do Rei Roberto Carlos
Galeria de Fotos de Wanderléa
Galeria de fotos de Erasmo Carlos
Capa dos Lps da Jovem Guarda
Moda da Jovem Guarda
Vídeos
vídeos
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Angelina Jolie - Filmogra...
33 postagens
Ballet
42 postagens
The Maxx
27 postagens
Cartas
27 postagens
Pearl Jam - Discografia
55 postagens

 

Rosemary Gonçalves - Rosemeire Pereira Gonçalves, nasceu em 7/12/1945 Rio de Janeiro. Iniciou a carreira em 1961 lançando um 78 rpm pela Chantecler interpretando o bolero "Fala coração", de Jorge Duarte e Norival Reis e o samba "Também sou mulher", de Neuza Teixeira e Jader. Em 1962, lançou pela Continental os twists "Eu sei", de Barbara Jorge e "Reprovada", de Castro Perret e Leonel Cruz. Tornou-se conhecida do grande público com o advento da Jovem Guarda, chegando a ganhar o epíteto de "Fada do Iê-Iê-Iê". Nesse período passou a gravar pela RCA Victor. Em 1963 gravou na RCA Victor "Que me importa o mundo", versão de um sucesso da italiana Rita Pavoni. Em 1965 gravou "Eu que não vivo sem ti", versão de "Io che non vivo senza te", sucesso do italiano Sérgio Endrigo. Com o declínio da Jovem Guarda, passou a cantar outros gêneros, tendo até mesmo lançado um compacto duplo em homenagem a Carmen Miranda e Chiquinha Gonzaga, no qual interpretou as canções "Abre alas", "Lua branca", "Corta-jaca", "Camisa listrada" e "Taí". Em 1972, retornou à Continental, onde permaneceu até 1977. Durante a década de 1980 gravou novamente pela RCA e também lançou um compacto pela Som Livre. Ainda em atividade apresenta-se em programas de auditório e faz shows pelo Brasil. No carnaval de 2000, comemorou vinte anos de desfiles em sua escola do coração: Mangueira, onde é considerada uma de suas estrelas mais destacadas no Carnaval ao lado de Alcione e Beth Carvalho. No mesmo período fez shows e apresentações em programas de Tv no Japão e apresentou-se na China. Em 2002 apresentou-se na sala Baden Powell em seu show dirigido e escrito por Abelardo Figueiredo e patrocinado pela prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. Na ocasião interpretou, entre outras, a modinha "Lua branca", de Chiquinha Gonzaga. Fonte: http://www.dicionariompb.com.br/rosemary/dados-artisticos
Laifi © 2011-2019 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda