Atentados contra Políticos
1994 views
05 de Julho de 2011
Antiguidade
Séc. XIX
Séc XX - 1ª metade
Séc. XX - Anos 60
Séc. XX - Anos 70
Séc. XX - Anos 80
Séc XX - Anos 90
Séc XXI - Anos 2000
Séc XXI - Anos 2010
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
Teatro e Música em Cartaz...
56 postagens
Os hotéis mais caros do m...
39 postagens
Acessórios femininos
100 postagens
Carros para mulheres
96 postagens
Vestidos longos para qual...
101 postagens

 

George Wallace (1972) - Em 1972, o ex-governador do Alabama George Wallace foi atingido por cinco tiros disparados por Arthur Bremer, de 21 anos, à véspera de participar das primárias que poderiam tê-lo levado à presidência pelo Partido Democrata. Até então um feroz defensor da segregação racial, tendo como lema “Segregação hoje, amanhã e sempre!”, Wallace sobreviveu, mas teve sua vida transformada radicalmente. Confinado para sempre a uma cadeira de rodas, ele fez um mea culpa sobre seu passado político: “Sofri muito e aprendi a entender o sofrimento alheio”, declarou numa das muitas vezes em que demonstrou seu arrependimento por suas posições racistas. Fonte: http://www.idadecerta.com.br/blog/?p=734 Abaixo, a nota de falecimento do político, na Revista Veja de 23/09/1998: "No domingo 13 morreu George Wallace, uma das figuras mais controvertidas da política americana. Em 1962, ele foi eleito governador do Alabama com o slogan "Segregação hoje, amanhã e sempre". Em junho do ano seguinte, postou-se à porta da Universidade do Alabama com o intuito de impedir a matrícula de dois jovens negros. Wallace resistiu à pressão do então presidente, John Kennedy, por alguns dias. Mas teve de ceder, não sem antes ler um manifesto público de repúdio à entrada dos estudantes. O episódio está retratado no filme Forrest Gump, de 1994. Por suas idéias segregacionistas, em 1972, Wallace sofreu um atentado a tiros. Ficou paralítico. Dois anos mais tarde, na igreja de Montgomery, a mesma em que costumava pregar o líder negro Martin Luther King, chorando, Wallace fez o mea-culpa: "A segregação foi um erro". Parece ter convencido. Na eleição de 1982, para seu quarto e último mandato como governador do Alabama, recebeu 90% dos votos negros. Vítima do mal de Parkinson, estava com a saúde frágil. Morreu aos 79 anos, de infecção generalizada. Na noite da morte, o filme para a televisão George Wallace, sobre sua vida, recebia três prêmios Emmy." Fonte: http://veja.abril.com.br/230998/p_037.html
Laifi © 2011-2017 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda