Atentados contra Políticos
1956 views
05 de Julho de 2011
Antiguidade
Séc. XIX
Séc XX - 1ª metade
Séc. XX - Anos 60
Séc. XX - Anos 70
Séc. XX - Anos 80
Séc XX - Anos 90
Séc XXI - Anos 2000
Séc XXI - Anos 2010
 
Você pode ajudar a construir este Laifi! Para inserir textos, imagens ou vídeos, passe o mouse sobre o lápis do item desejado e escolha "Incluir".

Dica: utilize esta barra ou o botão de rolagem do mouse para aumentar ou diminuir o zoom.
Dica 2: para navegar neste Laifi, clique em alguma região vazia e arraste-o para a direção desejada.

Laifis em destaque
O Fantástico Mundo de Ste...
34 postagens
Maquiagens para todas oca...
72 postagens
Aprender a dirigir
162 postagens
Teatro e Música em Cartaz...
56 postagens
Príncipe William e Kate
45 postagens

 

George Wallace (1972) - Em 1972, o ex-governador do Alabama George Wallace foi atingido por cinco tiros disparados por Arthur Bremer, de 21 anos, à véspera de participar das primárias que poderiam tê-lo levado à presidência pelo Partido Democrata. Até então um feroz defensor da segregação racial, tendo como lema “Segregação hoje, amanhã e sempre!”, Wallace sobreviveu, mas teve sua vida transformada radicalmente. Confinado para sempre a uma cadeira de rodas, ele fez um mea culpa sobre seu passado político: “Sofri muito e aprendi a entender o sofrimento alheio”, declarou numa das muitas vezes em que demonstrou seu arrependimento por suas posições racistas. Fonte: http://www.idadecerta.com.br/blog/?p=734 Abaixo, a nota de falecimento do político, na Revista Veja de 23/09/1998: "No domingo 13 morreu George Wallace, uma das figuras mais controvertidas da política americana. Em 1962, ele foi eleito governador do Alabama com o slogan "Segregação hoje, amanhã e sempre". Em junho do ano seguinte, postou-se à porta da Universidade do Alabama com o intuito de impedir a matrícula de dois jovens negros. Wallace resistiu à pressão do então presidente, John Kennedy, por alguns dias. Mas teve de ceder, não sem antes ler um manifesto público de repúdio à entrada dos estudantes. O episódio está retratado no filme Forrest Gump, de 1994. Por suas idéias segregacionistas, em 1972, Wallace sofreu um atentado a tiros. Ficou paralítico. Dois anos mais tarde, na igreja de Montgomery, a mesma em que costumava pregar o líder negro Martin Luther King, chorando, Wallace fez o mea-culpa: "A segregação foi um erro". Parece ter convencido. Na eleição de 1982, para seu quarto e último mandato como governador do Alabama, recebeu 90% dos votos negros. Vítima do mal de Parkinson, estava com a saúde frágil. Morreu aos 79 anos, de infecção generalizada. Na noite da morte, o filme para a televisão George Wallace, sobre sua vida, recebia três prêmios Emmy." Fonte: http://veja.abril.com.br/230998/p_037.html
Laifi © 2011-2017 Idioma: Português (BR) | Sobre o Laifi | Termos de uso | Política de privacidade | Ajuda